Os três últimos… livros

Os três últimos livros

A festa da insignificância, por Milan Kundera – tradução de Teresa Bulhões Carvalho da Fonseca
título original: La fête de l’insignifiance • Companhia das Letras

Depois de um hiato de 11 anos, Kundera nos presenteia com essa delícia que é A festa da insignificância. Quatro amigos parisienses, seus encontros, suas conversas, uma festa… Aparentemente tudo muito simples e casual, mas com a genialidade e o toque de filosofia que o autor faz tão bem. Só a sua reflexão sobre a insignificância da existência humana já vale o livro. E, claro, a paródia com o stalinismo, ao mesmo tempo irônica e devastadora. Leve e divertido, acho que eu li tudo de uma vez só. Essa edição da Companhia das Letras é linda, com capa dura e ilustração da Dominique Corbasson

Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo, por Anne Berest, Audrey Diwan, Sophie Mas e Caroline de Maigret – tradução de Julia Nemirovsky
título original: How to be parisian wherever you are • Fontanar

Pra começo de conversa é bom entender que esse livro não deve ser levado à sério. Ele não é um manual no estrito senso da palavra, é cheio de ironia e, como as próprias autoras defendem, nada melhor do que ser você mesmo em qualquer lugar do mundo. Dito isso, o livro é sim super divertido e tenta exemplificar o comportamento das parisienses através das experiências de quatro amigas: a escritora Anne Berest, a jornalista Audrey Diwan, a produtora Sophie Mas e a musa da Lancôme Caroline de Maigret. Praqueles dias que você não está a fim de uma leitura muito profunda. :)

Norma Bengell, por Norma Bengell
NVersos

Numa época em que ser atriz e, acima de tudo, uma mulher forte e decidida (leia-se ‘uma mulher que não tinha medo de dizer o que pensa e, mais importante, fazer o que tinha vontade’) era considerado imoral, Normal Bengell viveu muitas glórias e decepções. Participou de mais de 50 filmes no Brasil e na Europa e esteve envolvida em muitas intrigas e escândalos (como o affair quentíssimo que teve com Alain Delon na década de 60). Além de atriz, foi manequim, dançarina, militante nas revoluções de 68, sex symbol, diretora… (e recusou uma cantada do François Truffaut – como lidar com essa informação Brasiiiil?) O texto dessa autobiografia póstuma quase foi parar no lixo, mas felizmente foi recuperado pela amiga e produtora cultural Christina Caneca.

Confira outros títulos na Bibliolove – a biblioteca virtual do blog!

This entry was posted in livros. Bookmark the permalink.

63 Comentários

  1. Bianca disse:

    Não conhecia nenhum desses, gostei bastante da resenha dos dois primeiros! ^^
    Beijos

  2. Adorei a primeira dica Cami… além da capa linda a história parece bem interessante – foi pra listinha.

    Beijos e bom final de semana!! =)
    http://www.nomeuapartamento.com.br

  3. Nat disse:

    Adoro indicações de livros.
    Me interessei MUITO pelo segundo, adoro livros irônicos e com leitura leve, haha <3

    Beijos
    http://www.tendamagica.com

  4. Lala Ismerim disse:

    Olha, adorei os 3 viu!
    Já vão para minha listinha.
    Beijo

  5. Mãndy disse:

    Fiquei curiosa para ler A festa da insignificância e Norma Bengell, parecem muito bons. Como ser uma parisiense não me chamou muito atenção, e me namorado inglês agradece por isso hahaha

  6. Cah,
    Dei o primeiro livro para o meu irmão e o segundo comprei e estou querendo ler.
    Gostei dos comentários sobre as obras!
    Mil beijos

  7. Ca, eu ainda quero ler o livro “Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo”. Vi várias recomendações sobre ele, que bom que você recomenda também!! Beijos

  8. Letícia disse:

    faz um tempo que quero ler “Como ser uma parisiense…”, mas agora não tenho certeza se é esse ou um outro com o nome parecido mas que tem a capa vermelha :S

    ai, Tô perdida…!

  9. Amei a capa do primeiro livro, muito incrível! Eu com certeza leria. Também morro de vontade de ler Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo. *-*

    Beijo,
    pitadadecultura.com

  10. Sarah K disse:

    Fiquei bastante curiosa para ler qualquer um dos três.

  11. Gostei da história do primeiro e do segundo livro <3
    Tô afim de ampliar meu gosto literário e aprofundar em leituras desse estilo :)
    bjokas http://diadebrilho.com

  12. Gabriela disse:

    Quero muito ler Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo! http://www.alemdolookdodia.com

  13. três belíssimas sugestões, nada melhor do que uma boa leitura :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

  14. Livia disse:

    to finalmente lendo a insustentavel leveza do ser, e esse outro dele tbm está na minha lista ;)

    http://www.tofucolorido.com.br
    http://www.facebook.com/blogtofucolorido

  15. Marcella disse:

    Adorei as resenhas. Tô querendo muito ler o Como ser uma parisiense..

    bjs Má
    http://www.2betrend.com.br

  16. Ana Pinheiro disse:

    Olá Camila, ainda não tive oportunidade de ler nenhum desses livros fiquei com muita curiosidade de ler os dois primeiros :)
    Beijinhos e um bom fim de semana
    Ana
    http://receitasfaceisrapidasesaborosas.blogs.sapo.pt/

  17. Com certeza, mais três livros que serão adicionados na minha lista de leituras!

  18. De todos, o que eu conheço é “Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo”. O legal é que ele aborda assuntos diversos: casamento, maternidade, estilo, maquiagem… Sempre de jeito leve e bem humorado, como você disse.

    Gostei da sinopse de “A festa da insignificância”. Vou pesquisar mais à respeito. :D

  19. Gabi disse:

    Oi!

    Me interessei pelos 2 ultimos!
    Aqui em SP vai ter uma exposicao do Truffaut no MIS, mas acho que so la pra 2017….

    Beijos!

  20. Gih disse:

    Conheço como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo rs.
    Adorei suas escolhas literárias
    Kisses

  21. Clay disse:

    Estou namorando o “Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo” vi ele em promoção e estou tentada rs

  22. Gabi disse:

    Sobre esse 2º livro se você disse que tem ironia eu já quero ler, sou apreciadora de livros ondes os autores usam ironia, olha todos parecem ser super interessante, mas este último me chamo mais atenção e eu quero muito lê-lo!

  23. Gabriela Lira disse:

    Que boas indicações Camila, do Kundera eu pretendo ler A insustentável leveza do ser que é um dos livros mais famosos dele e da parisiense eu já vi várias resenhas,parece ser bem engraçado,já esse da Norma eu não conhecia mas admiro grande parte das atrizes brasileiras que foram daquela época…Tiveram que lidar com muito preconceito idiota.

    Bjo

  24. Juliana disse:

    Adorei os três livros, fiquei super curiosa para poder ler hahaha

    Beijos.

  25. Jeans Rasgado disse:

    Eu já li Como ser parisiense em qualquer lugar, é bem irônico mesmo rs. Fiquei super interessada no A festa da insignificância, adorei a capa!
    Bjs

  26. Grasiele disse:

    Sempre tenho vontade de ler o segundo, preciso criar vergonha na cara!

    http://www.metadefutil.com/

  27. Emerson disse:

    Gostei do segundo livro, já ouvi falar sobre ele. A ideia deve ser promissora.

    http://www.jj-jovemjornalista.com/

  28. Lívia disse:

    estou morrendo de vontade de ler alguma coisa do Milan Kundera, principalmente esse (só por causa dessa capa maravilhosa) e o a insustentável leveza do ser! preciso ler mesmo, acho que vão ser meus próximos livros a serem comprados! brigada por ter comentado dele

    beijo!

  29. Ana Beatriz disse:

    Minha amiga tem o segundo livro, eu já vi e achei lindo!! É muito legal, sem falar que o design dele é super caprichado.

  30. Jéssica disse:

    O Milan Kundera foi um dos primeiros autores que li quando comecei a me interessar por leitura. Lembro que quando li Risíveis Amores pela primeira vez achei horrível, mas depois de alguns anos entendi que era um livro muito profundo pra uma adolescente. Os outros títulos também parecem super interessantes!

    Beijos :)

  31. Juliana Regis disse:

    Faz um tempo que to curiosa para ler Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo, mas agora acho que fiquei com mais vontade de ler Festa da insignificância, adorei a história e a capa é linda mesmo!

  32. Mary disse:

    Eu nunca li nada do Milan Kuendra mas tenho muita vontade! Não conhecia esse livro dele, parece ser bem interessante. Quando vi esse livro de ser parisiense eu achei meio estranho, mas agora que li que ele não é levado a sério gostei bastante da ideia! Afinal o importante é ser você, seja em Paris ou em qualquer lugar do mundo. <3
    Adorei o post!

  33. Suelen disse:

    Tô querendo pra ontem esse de como ser uma Parisiense!! E curti a sinopse dos outros também!

  34. Eu fiquei trocando olhares com o Festa da Insignificância na livraria, mas acabei que não levei. Não dá raiva quando isso acontece? Hahahaha! Vou ter que voltar lá!

  35. estou super curiosa sobre o “como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo” :D beijos querida

  36. Marina Nobre disse:

    Já li um livro do Milan e não me apeguei muito aos personagens, inclusive tem resenha lá no blog.
    Fiquei super curiosa para ler Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo, gosto de ironias e livros sem muita seriedade.
    Beijos e feliz dia das mulheres. <3
    http://www.rockandrose.com.br

  37. Luly disse:

    Eu tenho muita vontade de ler “Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo”, muuuita gente fala que é divertido!

  38. kammy disse:

    Cá já deixei anotado o “Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo”, só vejo boas recomendações

    bjos
    kammy
    Comer, Blogar, Amar

  39. Karyne disse:

    Desses eu já tinha ouvido falar de “Como ser uma parisiense…”
    E vou te contar: to com vontade de ler =D

    Blog do Sofá

  40. Thayse Stein disse:

    Eu quero muito ler aquele A Insustentável Leveza do Ser do Milan, mas esse parece muiiiito legal <3 E o segundo eu tô desejando já tem um tempo, esse tipo de leitura mais leve é bom que flui e logo terminamos, né?!


    Beijos
    Brilho de Aluguel

  41. Patty Lye disse:

    Muito legal esses livros, já li vários reviews desse livro Como ser uma parisiense, e realmente tem umas coisas muito engraçadas. Mas é verdade, o melhor é ser você mesma!
    Blog Patty.net.br

  42. Del disse:

    Acredita que nunca li qualquer livro de Kundera? Mas, olha, fiquei cheia de vontade e já anotei o nome desse livro :)

  43. Gabi disse:

    Estou ouvindo falar muito sobre A Festa da Insignificância, to querendo ler. Gostei das outras indicações também, principalmente o segundo, gosto de leituras mais leves. No momento vou ficar só no “querendo” porque ganhei vários livros de publicidade do meu irmão e preciso deixar de preguiça e ler logo tudo haha

  44. Annie disse:

    Nossa que site lindo! Me interessei pelos livros citados, ultimamente ando em uma preguiça chata para ler, mas já anotei o nome deles para comprar na próxima vez que for na livraria.

    http://anniebitencourt.com.br

  45. Ana Rodarte disse:

    Quero ler tanto o Como ser uma Parisiense em Qualquer Lugar do Mundo quanto o A Parisiense, da Ines de La Fressange. Acho que são leituras válidas e complementares, hahah! Estava dando as minhas típicas fuçadas de livrarias e o livro da Ines realmente tem dicas úteis (aprendi a limpar o rosto de um jeito mais legal, por exemplo). Juntando as moedinhas por aqui!

  46. Tany disse:

    Os três livros parecem maravilhosos. :)
    Confesso que o primeiro já queria ler, o segundo eu nunca tinha ouvido falar mas achei uma delícia e o terceiro eu nem sabia quem essa essa mulher, mas agora tô super curiosa pra descobrir tudo sobre a vida dela!

  47. Renata disse:

    To louca para ler Como se uma parisiense em qualquer lugar do mundo <3 Adorei a dica dos livros! beijinhos, Rê
    http://blogsonhosdeverao.com.br/

  48. Ingrid disse:

    O primeiro e o terceiro me chamou a tenção pelo tema da historia, acho que vou gostar… Preciso criar um bloco de notas no cel com livros que quero ler, pq vou na livraria e compro livros avulsos das indicações que leio!

    Beijinhos, http://www.cantinhob.com

  49. Fiquei curiosa para ler esse do Milan Kundera, adoro a insustentável leveza do ser, vc já leu esse?

    Beijos,
    Amanda

  50. Amanda disse:

    Todos os livros parece realmente muito bons! Fiquei especialmente curiosa com o do Kundera, amo a escrita dele e A Insustentável Leveza do Ser é o meu livro favorito.
    beijos.
    http://lugaaraosol.blogspot.com.br/

  51. Flávia disse:

    Títulos interessantes, acho que se pudesse leria pelo menos os dois primeiros citados.

    aguardandoocamaleao.blogspot.com

  52. dafni marchioro disse:

    Adorei as dicas, Camila! Dois deles já estão anotados para uma próxima compra…

    Beijos

  53. Carol Caniato disse:

    Estou morrendo de curiosidade com A Festa da Insignificancia. Todo mundo que lê só fala bem! E eu nunca li nada dele, acredita? Preciso providenciar isso!
    :*

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *