Trilha sonora – Where the Wild Things Are

Ouvir a trilha do filme Where the Wild Things Are é tão interessante quanto assistir à incrível adaptação de Spike Jonze para as telinhas do livro clássico de Maurice Sendak. A responsável pelas composições originais foi Karen O (do ótimo Yeah, Yeah, Yeahs) junto com o The Kids, formado por componentes de diversas outras bandas, como The Liars, Deerhunter, The Raconteurs e do próprio Yeah, Yeah, Yeahs, além de um coro de crianças.

Dá para ouvir um pedacinho de cada faixa através do site oficial do filme, mas recomendo baixar (ou comprar) o álbum todo.

Algumas observações sobre o filme:
– Impressionante como Spike Jonze e Dave Eggers adaptaram tão fielmente um livro de 10 frases para um filme de 100 minutos.
– É sempre ótimo ver a Catherine Keener atuando, mesmo que só por alguns minutos.
|

Feather

Linda coleção de convites florais da Feather. Fico encantada com a escolha das cores, tudo muito delicado.

Via Weeding Paper divas.

|

No país das maravilhas

Editorial alice inspired, via Grazia France (dezembro de 2009).

Febre de estampa

Tecidos super estampados da nova coleção da Liberty. Para quem não tem medo de ousar.

And the winner is… me!

Posso afirmar que eu comecei 2010 com o pé direito, ganhando (não apenas um, mas) dois lovely giveaways! Os envelopes chegaram ontem. Vamos conferir os prêmios?

A luvinha da Mittenberry foi presenteada pelo Crunch Gear, blog sobre tecnologia e informática. Você tem a possibilidade de deixar os polegares de fora para mandar mensagens de texto ou brincar com o seu Blackberry/ iPhone. Fofo, não?

O colar da marca l’atelier des bijoux foi presenteado pelo lindo blog scoutie girl, especializado em objetos handmade. Vale muito a pena a visita. O colar faz parte da coleção Zodíaco e eu recebi o equivalente ao meu signo: aquário. Cada signo tem uma pedra de cor diferente, confira os outros signos aqui.

Thanks again Mittenberry + Crunch Gear , l’atelier des bijoux + scoutie girl!
E que venham mais prêmios!
|