Os quatro últimos… livros

Mini-resenhas dos livros: A Política Sexual da Carne e As Veias Abertas da América Latina | Não Me Mande Flores

1. A Política Sexual da Carne, por Carol J. Adams – tradução de Cristina Cupertino
384 páginas • título original: The sexual politics of meat • Alaúde

Citado pelo New York Times como “a Bíblia da comunidade vegana“, o livro estabelece uma conexão entre o feminismo e o vegetarianismo, criando uma estreita ligação entre a dominância masculina (a cultura de violência e objetificação da mulher) e o ato de comer carne. Entre muitos outros assuntos, a autora fala sobre o mito e a presunção de que os homens precisam de carne (e têm direito a ela) para continuar saudáveis; sobre o consumo de carne como atividade masculina associada à virilidade e sobre o processo cruel de ver o outro (o animal, a mulher) como algo consumível. A Carol resume super bem todo o conteúdo do livro nessa entrevista (assistam, é maravilhosa!), mas se eu tivesse que sintetizar a ideia geral da teoria, eu diria que ela é sobre não polarizar o sofrimento humano e animal, uma vez que eles se inter-relacionam. Uma crítica leve: achei algumas partes do livro um pouco repetitivas, mas nada que tirasse a relevância e o prazer da leitura. Para veganos, vegetarianos e TODOS que possuem uma mente aberta a respeito do assunto.

 Compre esse livro!

2. As Veias Abertas da América Latina, por Eduardo Galeano – tradução de Sergio Faraco
392 páginas • título original: Las venas abiertas de América Latina • L&PM Editores

Um crime: ser latino americano e nunca ter lido As Veias Abertas da América Latina. O livro é um estudo (e uma espécie de inventário) da exploração, submissão e subsequente dependência que a América Latina tem sido vítima desde que aqui aportaram os primeiros europeus no final do século XV. Escrito no início da década de 70 (Galeano tinha então 31 anos), o texto impressiona pela relevância histórica e pela atualidade do discurso. Esse cenário comandado pelo capitalismo exploratório é duro, mas Galeano sabe ser ao mesmo tempo crítico e poético. O (con)texto é revoltante, mas a leitura é agradável. O livro é muito associado à literatura de extrema esquerda e o próprio autor disse, antes de morrer, que não teria condições de reler a obra. “Para mim, essa prosa da esquerda tradicional é chatíssima. Meu físico não aguentaria. Seria internado no pronto-socorro“. Galeano afirmou que não se arrependia de ter escrito, mas que o Veias Abertas tentou ser um livro de economia política, numa época em que ele não tinha a formação necessária para escrevê-lo. Ideologias às parte, recomendo demais o ensaio para qualquer pessoa que se interesse pela (contra)história econômica e política da América Latina. Um clássico. 

Compre esse livro!

Mini-resenhas dos livros: Suzy e as águas-vivas e Quando eu parti | Não Me Mande Flores

3. Suzy e as águas-vivas, por Ali Benjamin – tradução de Cecília Camargo Bartalotti
224 páginas • título original: The thing about jellyfish • Verus Editora

Sensibilizada pela perda da ex-melhor amiga, Suzy se convence de que pode explicar o motivo de sua morte por afogamento: a ferroada de uma água-viva. Ela cria um plano ousado para provar a verdade, que envolve uma viagem para o outro lado do mundo, sozinha. O livro, todo narrado em primeira pessoa pela personagem principal, de 12 anos, comove não tanto pela investigação do tema da morte, mas pela descrição minuciosa da dura ruptura da amizade entre as meninas. Uma visão bem realista dos altos e baixos da pré-adolescência, com desdobramentos de cortar o coração. Um livro juvenil com potencial para agradar leitores de todas as idades.

 Compre esse livro!

4. Quando eu parti, por Gayle Forman – tradução de Ryta Vinagre
308 páginas • título original: Leave me • Record

Maribeth é a típica mulher-moderna-ultra-atarefada: profissional competente, dona de casa, mãe de gêmeos superativos… Os seus dias são tão atarefados e corridos que ela nem percebe o ataque cardíaco. Duas pontes de safena depois, exausta e com pouquíssima ajuda da família, ela decide arrumar as malas e partir. Longe de tudo (e com a conveniente ajuda de novos amigos), ela começa a enfrentar o seu próprio passado e descobrir quem realmente é. Esse é o primeiro livro adulto da Gayle Forman, mas que possui, de certa forma, muitos elementos do universo do YA. Em especial (e a minha grande crítica ao gênero) a habilidade de resolver magicamente todos os conflitos do livro, dando uma espécie de final feliz genérico para todos os personagens. A minha impressão é que faltam muitas (MUITAS!) camadas de complexidade, especialmente por se tratar de um tema tão controverso e tão pesado.

Compre esse livro!

O que vocês têm lido de bom ultimamente?
Confira outros títulos na Bibliolove – a biblioteca virtual do blog!

This entry was posted in livros. Bookmark the permalink.

60 Comentários

  1. Oi
    Penso que o mais polémico seja o primeiro!!
    As veias abertas também me pareceu interessante para saber mais sobre a história da América latina. Quanto ao último pareceu-me pelo que dizes o menos interessante, um livro fácil que não desperta o racícinio.
    xoxo

  2. Dezoito disse:

    Não conhecia de todo os livros, mas já adicionei o A Política Sexual da Carne à minha enorme lista de próximas leituras. Beijinho

  3. Kaila Garcia disse:

    Não conhecia os quatro livros, mas fiquei bem entusiasmada para conhecer, principalmente os dois últimos!

  4. De todos o que mais despertou minha atenção foi o primeiro e terceiro. O segundo parece ser ótimo também, mas confesso que não consigo me prender muito em livros que tem um teor (mesmo que pouco) político. É algo que desejo mudar, afinal, sou jornalista, né? kkkkk.
    Beijo enorme ❤

  5. me interessei pelos dois ultimos livros!!
    Serve leis de concurso? É o que eu tenho lido :/
    bjs

  6. Adorei as indicações de leituras, Ca, ainda não conhecia esses livros… Um beijo

  7. Não conhecia os titulos, mas me parecem bem interessantes, vou anotar e procurar por aqui!

  8. Yuka Bear disse:

    Achei muito interessante o jogo que o primeiro livro fez. Com certeza deve dar para abrir a mente das pessoas sobre o machismo presente por aí e que é um problema tratar a mulher desse modo. Além de que devemos respeitar os vegetarianos e veganos. Livros assim são ótimos pois incentivam a respeitar o outro como um ser e fazem as pessoas pensarem mais. Livros bons no geral fazem isso. A história 3 eu achei interessante também, poxa isso me fez pensar que devemos valorizar as pessoas vivas que estão conosco! Gostei de conhecer um pouco sobre os livros que você citou!

  9. Só tinha conhecimento do último, confesso. Fiquei bastante curiosa com o 1º (até pela comparação subjacente) e com o 3º!

    r: Muito obrigada, minha querida *-*

  10. Ai, Mila! Achei o primeiro bastante interessante. Muito mesmo! Deve ser muito interessante essa alusão do ato de comer carne ligado ao machismo e à objetificação da mulher, faz MUITO sentido!

    Já Suzy e as águas-vivas não quero ler…devido aos “desdobramentos de cortar o coração”. Eu não aguento maldade, injustiça, crueldade…nem um sarro da cara de alguém eu não curto… enfim.

    :**
    obrigada pelas maravilhosas dicas!

  11. Que bacana esses livros, gostei de todos.
    Beijos

  12. Lulu disse:

    Adorei suas dicas de leitura
    Big Beijos

  13. Miguel disse:

    Sem dúvida, querida… e eu tenho tudo menos paciência para isso :P

    Adorei as tuas escolhas e fiquei imensamente curioso com estes dois últimos :D

  14. Boas sugestões de leitura para as férias.
    Um abraço e continuação de boa semana.

  15. Camila, não conhecia os livros, mas os dois primeiros me chamaram bastante a atenção!

    Beijo!

  16. Ana Murari disse:

    OI Camila, td bem?
    Não tinha ouvido falar sobre esses livros, exceto o último. Inclusive fiquei com muita vontade de ler!
    Beijos

  17. Eu fiquei bem interessada no que fala sobre a América Latina e também o sobre a questão da morte. Ótimas indicações.

  18. Adriane disse:

    Adorei o primeiro livro, já quero ler

    Bjss

  19. Isy disse:

    Não conheço nenhum dos livros que apresentaste, mas já li alguns livros de Gayle Forman e gostei muito!

    Bjxxx

  20. Lala Ismerim disse:

    Já quero ler “as veias abertas da América latina”.
    Parece ser muito interessante!
    Beijo

  21. Olá, Camila.
    Só conhecia o ultimo e ainda não li ele. Mas gosto da autora. Me interessei bastante pelo primeiro. Se der lerei.

  22. Dani Ramos disse:

    Não conhecia nenhum dos títulos..

  23. Gostei muito das suas indicações. O que mais me chamou a atenção foi o primeiro livro. Bem interessante essa questão do machismo estar associado consumo da carne.
    Bjus!

  24. Pamela disse:

    Gostaria de ler quando eu parti, já li livros da Gayle tenho até uns aqui.
    Beijos!

  25. Váh disse:

    Eu adoro as suas indicações, são sempre muito boas e sempre fico querendo ler tudo hehe :)

  26. Oi Camila, achei bem legal as suas últimas leituras, fiquei com vontade de ler o terceiro livro. Atualmente estou lendo o livro Design retrô 100 anos de design gráfico do Senac, muito bom pra quem gosta dessa temática ^^

    bjs

    Ariadne ♥

  27. 4 novidades para mim, obrigada por partilhares! :) Beijinhos e bom fim de semana.

  28. Natalia disse:

    Quero muito ler Suzi e as águas vivas.

    Abraços,
    Naty

  29. r: Muito obrigada *-*
    Devemos tratá-los através de uma postura equilibrada

    Beijinhos, minha querida*

  30. fiquei curiosa com os livros

  31. Neste momento estou a ler ” A última saída” e estou a adorar! Não conhecia estes, mas vou guardá-los para referência futura.
    Bjn
    Márcia

  32. Fiquei bem curiosa para ler esses dois primeiros livros hihihihi bjos

  33. Aquele livro sobre a carne muito me interessou! Estou pensando em fazer a transição para vegana mas não sei bem como começar pois é por uma questão de saúde já que eu ainda amo comer carne, mas quero muito mudar isso! Kissinhos

  34. Jéssica disse:

    Muito interessante todos eles! O primeiro me acendeu uma luzinha aqui e me deixou beeeem curiosa :|

    Um beijo

  35. Bem interessantes os livros apresentados.
    Estou curiosa para ler alguns dos citados.

    Beijos

  36. Simone disse:

    Eu tenho feito um curso de empreendedorismo e tenho lido livros de positividade e trabalho. Estou lendo atualmente a sutil arte de ligar o f$#@ … Adorei as indicações pelo o estilo de leitura que gosto acho que o último seria o que mais gostaria. Beijão Cá!

  37. Mel disse:

    Quero ler “A Política Sexual da Carne”, mas aqui não há em português :( Encontrei em PDF mas não gosto muito nesse formato, prefiro livro físico.
    Não conheço o livro do Ali Benjamin mas pareceu-me muito interessante também.

    Beijinho*

  38. Joana disse:

    Não conheço nenhum deles mas pareceram bastante interessantes :)
    Adoro ler.
    Um beijo

  39. Quero muito ler ”A Política sexual da carne”.

    Beijos.

  40. Tamara Mansur disse:

    Olaa! Tudo bem?
    Nossa, parece muito interessante esse da política sexual
    Da carne. Não sou vegetariana nem vegana, mas gosto do assunto. Suzy e as águas vivas sou doida para ler!! E poxa, o último me pareceu um pouco decepcionante pelo final né..
    Beeijo

  41. Anabela disse:

    Fiquei super curiosa com o livro do “quando eu parti”. Vai ficar na minha lista, para a próxima leitura!!

  42. Quantas livros interessantes, queria ter mais tempo para ler
    Beijos

  43. Os livros que você indica são sempre muito interessantes e diferentes do que estamos acostumadas a ler, o livro Suzy e as águas-vivas no chamou muito atenção pela historia.

    Beijos

  44. Oi Camila, bd!
    Gostei das 4 sugestões, mas por enquanto fico com “Suzi e as águas-vivas” e acho que vou adorar.
    Desejo um dia maravilhoso p/vcs. Bjsss

  45. Fe disse:

    A Política Sexual da Carne parece muito bom! No momento peguei pra ler O Cérebro Ansioso, que fala sobre distúrbios de ansiedade. :)
    Um beijo!

  46. Clara Rocha disse:

    Cami, eu te acho tão culta! Os livros que você compartilha aqui com a gente sempre são densos e fico impressionada do tipo “Meu Deus, como nunca ouvi falar disso?” Mas talvez ocorra, porque eu sou uma leitora de YA e estou aos poucos começando a ler outros livros, com temáticas mais pesadas e profundas e livros densos e até mesmo difíceis de engolir. Mas me interessei muito pelo primeiro livro, principalmente por estar nesse processo de ser vegetariana ovo-lactose. E o livro sobre a perda da amiga, parece aquele livro que você termina de ler e o coração fica meio apertado ainda.

  47. Eu amo a escrita e os livros de Gayle Forman, este eu ainda não li, mas já tenho no kindle e ta na lista ♥

  48. Galeano é maravilhoso. Eu li o Livro dos abraços e me apaixonei. É algo que gostaria de ter escrito. Sem dúvidas, vou ler esse. Já vou procurá-lo aqui.
    bjão

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *