Os quatro últimos… livros

Mini-resenhas dos livros 'Os loucos da rua Mazur' e 'Pós-F - para além do masculino e do feminino' | Não Me Mande Flores

1. Os loucos da rua Mazur, por João Pinto Coelho
320 páginas • Leya

Eryk é um escritor famoso, mas está doente e precisa da memória do seu amigo de infância Yankel, um livreiro judeu, idoso e cego, para escrever o seu último livro. Os dois não se viam desde um terrível incidente na Segunda Guerra, durante a ocupação alemã na pequena cidade polonesa onde viviam. Ao longo do livro somos levados à sua comunidade natal, uma cidade, até então pacata, de cristãos e judeus, cujos habitantes revelam facetas cruéis, surpreendentemente mais bárbaras do que as de seus ocupantes soviéticos e alemães. Inspirado num episódio ocorrido em Jedwabne, pequena cidade do nordeste da Polônia, em julho de 1941 (e em tantas outras cidades com um similar antissemitismo), o livro é duro como o tema sugere. O tema em si já é sofrido demais ~ e talvez eu tenha escolhido uma época não muito adequada para ler: estava SUPER grávida, com os hormônios a mil. Aí já viu, né? Fiquei ainda mais fragilizada com a crueza da narrativa. Os acontecimentos retratados são altamente visuais ~ a gente demora a esquecer algumas “cenas”, especialmente as mais violentas. Levou (merecidamente) o Prêmio Leya em 2017.

Compre esse livro!

2. Pós-F – Para além do masculino e do feminino, por Fernanda Young
128 páginas • Leya

A Fernanda Young é aquela pessoa que é (e curte ser) controversa, né? Eu, como uma jovem leitora na década de 90, já achei o trabalho dela super interessante, especialmente os seus três primeiros livros: Vergonha dos Pés, A Sombra das Vossas Asas e Cartas para Alguém Bem Perto (publicados pela Editora Objetiva em 1996, 1997 e 1998). Depois disso confesso que fiquei com um pé atrás, especialmente da sua persona televisiva, que me parecia sempre agressiva demais e focada em causar. Respeito demais esse nível de liberdade, de falar o que se pensa e de não fazer a menor questão de agradar ninguém, mas nossa… que preguiça! O Pós-F (pós-feminismo e/ou pós-Fernanda Young) é um apanhado de textos autobiográficos centrado no debate do que é ser masculino e feminino hoje. Os textos são de uma honestidade gritante e colocam o dedo em várias feridas (beleza, maternidade, assédio), mas, para mim, o discurso se perde pela ENORME falta de empatia da autora com o próximo. Do nível de dizer que mudar de sexo é uma precipitação (oi?). Outra pérola: ela afirma que, hoje, sente pena do homem ~ insira aqui uma gargalhada. Complicado.

Compre esse livro!

3. Mulheres do Brasil – A história não contada, por Paulo Rezzutti
320 páginas • Leya

Um livro sobre o papel da mulher na sociedade escrito por um homem? #estamosdeolho O próprio autor faz um mea culpa na introdução e pede licença para falar sobre essas mulheres, cujas histórias nunca chegaram a ser contadas (ou, na maioria dos casos, foram absolutamente descontextualizadas e diminuídas). Muito interessante ~ e gratificante demais ~ conhecer histórias de mulheres incríveis, que mudaram o rumo do Brasil com a sua garra e perseverança, negras escravizadas, indígenas, nobres, artistas, revolucionárias… A gente fica com um gostinho de quero-mais porque são apenas algumas poucas páginas por personalidade, mas fica aí a possibilidade de pesquisar mais e se aprofundar na história das mulheres que mais tocaram o nosso coração durante a leitura.

Compre esse livro!

4. Elza, por Zeca Camargo
400 páginas • Leya

Não há dúvidas de que Elza Soares é uma das vozes mais emblemáticas do Brasil: é impossível não reconhecer a sua maneira singular de cantar e seu repertório de músicas/letras marcantes. Eu sempre soube, por alto, que a sua história de vida era recheada de casos dignos de nota (para dizer o mínimo), por isso estava super curiosa para ler essa biografia. De fato, a trajetória de Elza é espetacular, sua ascensão do “Planeta Fome” para os palcos de todo país (e do exterior!) é impressionante ~ mas a biografia peca por um motivo bem simples: a única voz ouvida pelo biógrafo é a da própria Elza. O livro, na verdade, faz parte de um projeto maior idealizado pelos empresários da artista (ou parceiros de trabalho, como ela prefere chamá-los) Juliano Almeida e Pedro Loureiro, e foi encomendado para o jornalista Zeca Camargo, que reuniu o material para o livro durante uma série de encontros com a cantora. O tom do livro acabou ficando MUITO comercial, uma espécie de ode a Elza, o contrário do que uma boa biografia deve ser. A escrita do Zeca Camargo também não ajuda muito ~ o primeiro parágrafo, onde ele “brinca” com uma série de palavras iniciadas pela letra z (zumbido, zoeira, zica, zonza etc.) é sofrível.

Compre esse livro!

O que vocês têm lido de bom ultimamente?
Confira outros títulos na Bibliolove – a biblioteca virtual do blog!

This entry was posted in livros. Bookmark the permalink.

43 Comentários

  1. Não conhecia nenhum dos livros. Achei interessante Os loucos da rua Mazur

  2. Gostei do segundo livro, não conhecia e fiquei muito interessada em ler

  3. Não conhecia nenhum dos livros, mas gostei da primeira indicação. Me chamou atenção.
    Tô lendo Porque dormimos? Desvendando os mistérios do sono e suas curiosidades…
    bjs

  4. Betty Gaeta disse:

    Oi Camila,
    Gostaria de ler Mulheres do Brasil, me parece muito interessante. Eu estou no seu time de ficar um pé atrás com a Fernanda Young, ela anda muito cheia de assertivas… sei não.
    Beijos

  5. Kaila Garcia disse:

    Uau, impossível não querer conhecer essas histórias, parece ser uma melhor que a outra. Já anotei suas indicações, Camila!

  6. obrigado querida :D

    todos me parecem ser extremamente interessantes :D ótimas escolhas!

  7. Lulu disse:

    Já ouvi falar sobre essa biografia da Elza Soares, parece bom.
    Big Beijos

  8. vanessa disse:

    Ainda não conhecia nenhum desses livros, gostei de conhecer e saber um pouquinho. Depois vou pesquisar e ver se acho algum na biblioteca aqui da cidade.
    Beijocas.

  9. Simone disse:

    Bons livros, eu tenho lido a trilogia do Cortela. Também li recentemente um do Capinejar que me fugiu o nome mas fala sobre nosso passado e nossos pais! Lindo demais.

  10. Bárbara disse:

    Algunas de tus recomendaciones las conocía
    Me gusta mucho tu blog
    Besos desde España

  11. Váh disse:

    Eu adorooo suas dicas!
    No momento a vida tá meio corrida pra ler livros :(
    Mas sério, gostei de todos de modo geral.
    Achei bem bacana esse da Elza!

  12. O primeiro parece muito bom, Camila! Mesmo sendo pesado, fiquei mega curiosa!

    Beijo!

  13. Leslie Leite disse:

    Uma pena que o livro Pós-F tenha tido tudo para dar certo, mas infelizmente a autora não colaborou.
    Mulheres do Brasil acaba de entrar para a minha lista de futuras leituras, bom saber que o autor tem consciência de que entrou num universo totalmente diferente do dele para escrever o livro.
    Beijo

  14. Vanessa Brunt disse:

    MEU DEUS! Que lista enriquecedora. Quantas obras IMPORTANTES, quantas críticas sociais envolvidas e que precisam continuar servindo como alertas. Amei tanto! E os detalhes que você pontua sempre deixam tudo ainda mais com olhos poéticos. Quero conferir cada um.

  15. magda disse:

    fiquei curiosa com o livro dos loucos da rua mazur

  16. Oi, Camila!

    Gostei das indicações! Fiquei muito interessada no primeiro livro. Embora, como aconteceu com você, eu também tenho que estar no “clima” para uma leitura mais pesada. Tenho fases…

    Abraços e um ótimo domingo, Cris

  17. Hey Camila!
    Adorei as dicas, voce viu que a Fernanda Young faleceu hoje?
    Nao conhecia esses termos dela… Interessante os livros
    Vale a pena conhecer essas leituras :)
    Beijocas da Pâm

  18. Eu procurei mais sobre a Fernanda quando soube de sua morte, porque sempre assisti as séries que ela escreveu, é uma pena ter ido tão cedo. Também fiquei curiosa para ler o primeiro livro, histórias sobre a segunda guerra são as minhas favoritas.

    Um beijo ♡

  19. Bem interessantes os livros apresentados.

    Beijos

  20. Gabi Ramalho disse:

    Caramba, eu sempre fico meio angustiada quando leio posts com indicações de livros porque eu paro e penso “qual foi a última vez que você leu um livro, anjo?” kkkk risos nervosos. Mas adorei todas as tuas indicações, em especial o primeiro livro, que parece ser um puta livro mesmo – apesar de muito forte!

    Um beijo

  21. Iris Barbas disse:

    Oi Camila!

    Como sempre, as tuas dicas são muito boas!
    Uma ótima semana pra ti!

    Abraços, Iris

  22. Ava disse:

    Oi Camila, tudo bem?
    Das suas quatro leituras a que mais me chamou a atenção foi :Os loucos da rua Mazur. Tenho certo interesse por essa temática e realmente gosto muito dela. Vou procurar para ler depois.
    Abraços,
    Ava

  23. Carol R. disse:

    Camila
    Que preciosidades
    bjs

  24. Não conhecia nenhum dos livros me interessei bastante. Já anotei todos! Amei as dicas.
    Beijos

  25. Eu adoro as suas indicações de livros, são sempre muito bons. Eu tenho interesse por ler o da Fernanda, li alguns textos dela e gostei bastante.

  26. luana disse:

    Menina tô é passada como vc tem lido bastante

  27. Deivy disse:

    Dei uma pausa nas leituras, a ressaca literária vem me afastando do hábito. Mas estou reservando muitas leituras para quando voltar a ler!

  28. Mulheres do Brasil parece ser bem interessante, fiquei curiosa.

    Ariadne ♥

  29. Taís disse:

    Adoro suas resenhas, Cá, acho que sempre falo isso haha
    Fiquei bastante interessada no primeiro (acho que eu gosto é de sofrer, viu? haha)
    Mas tô com dois livros não terminados, socorro

  30. Alê disse:

    Nunca li nada da Fernanda Young, mas já me diverti muito com os roteiros para a TV, especialmente “os aspones”que não foi pra frente, uma pena. Uma pena tb a morte dela, tão cedo. Ainda prefiro a persona dela à de muitos seres que seguem vivos no Brasil…

  31. manie disse:

    confesso que fiquei com receio de ler essa biografia da elza depois de saber que foi o zeca quem escreveu haha especialmente depois desse jogo de palavras com Z, socorro hahahaha
    de todos, o que eu mais tive vontade de ler foi o ‘os loucos da rua mazur’, mas como tb sofro lendo cenas violentas, vou deixar na listinha para um momento mais tranquilo! obrigada pela sugestão ♥ beijo

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *