As flores de papel não morrem

Adoro esses quadrinhos pintados a mão com estampas de flores da Three Sheets 2 the Wind.  Simples e simpáticos!

This entry was posted in arte, decór, eu quero. Bookmark the permalink.

21 Comentários

  1. Kellen Turci says:

    Realmente são super simpáticos.
    Mas acho que as flores naturais tem o seu lugar!! rs
    Toda semana preparo um arranjo simples de gérberas para a mesa de jantar. Incrível como colore o ambiente.
    Beijos

  2. letícia says:

    ai que fofos, bem casa de campo! amei

  3. carolinista says:

    Nossa, essa é a minha neura. Não me mande flores, porque elas morrem. Heh! Mó deprê ver elas morrendo…
    Lindos os quadrinhos.
    Bjo! Brigada pelo apoio bloguístico! *rs

  4. Ana Mungioli says:

    Isso quer dizer que vc só aceita flores de papel? Ainda bem que seu marido é designer! hehe

  5. Ana says:

    Simples e simpaticos mesmo, muito fofos! Mas nada como uma flor natural, hein! ahaha
    Bejos

  6. Karen says:

    que fooofos!
    pena que meu quarto não tem mais parede disponível =(
    bjoss

  7. Camila says:

    Que graça!!!!! E AMEI o post abaixooooo!

    bjokssss!

  8. Raquel says:

    Adorei esses quadros! Fofos e ao mesmo tempo super clean!

    beijos

  9. GessicaB. says:

    Ai que lindos! Devem ficar uma fofura na parede, principalmente, em quarto de criança. *-*

  10. sou louca por almofadas.. amei demais essas! super fofas

  11. dã, comentei no das almofadas errado! hahah enfim..
    amei os quadros também! super bonitinhos

  12. além de terem ilustracoes otimas, sao altamente sustentaveis hehe
    mto legal mesmo
    abs

  13. Samara C says:

    Nossa… é um toque de simplicidade! Amei!

    Beijinhos

  14. aninha says:

    Uma graça esses quadros.
    Na minha casa nova quero enquadrar uns desenhos da minha filha e por no quarto dela e na sala de brinquedos. Os desenhos são tão lindinhos.

  15. Liduh says:

    “Simples, simpáticos”… e delicados;) Amei!
    Beijos!

  16. carolinista says:

    Hahaahahah ai, olha eu, que metidaaa, achei que estava falando comigo! hahahahah.

Deixe um Comentário sobre Bruno Kambara Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *