Os usos da inveja

Animação da The School of Life baseada num texto do Alain de Botton, co-dirigida por Lara Lee e Hannah Jacobs.

“Desde muito cedo nos dizem que é uma coisa terrível. Por isso, quanto nós sentimos, e todos nós sentimos, ficamos inclinados a não examiná-lo, nos sentimos envergonhados e culpados. Mas isso é uma pena. Porque a inveja, como o medo, é uma emoção importante, que existe em todos nós por algumas boas razões. Ela está lá para nos ajudar a saber o que queremos. É uma chamada à ação que deve ser aquecida, contendo mensagens truncadas, mas importantes sobre o que devemos fazer com o resto de nossas vidas.

Se conseguirmos superar a humilhação dos sentimentos invejosos, podemos começar a vê-los como um conjunto de pistas sobre o que poderíamos fazer a seguir. Devemos estudar e talvez até mesmo escrever no papel as situações e pessoas que nos fazem inveja. Podemos manter um diário da inveja. Ele irá conter fragmentos de um futuro eu tentando emergir.

Muitas vezes esquecemos que as coisas que admiramos não pertencem apenas a uma vida muito específica e atraente. Elas podem ser buscadas em doses menores, mais fracas, mas ainda muito reais, em inúmeros outros lugares, abrindo-se a possibilidade de criar muitas versões menores, mais gerenciáveis e realistas das vidas que somos atraídos.

Vamos parar de pensar que somos pessoas más porque sentimos inveja. Vamos fazer algo muito mais produtivo: nos transformarmos em diligentes e cuidadosos estudantes dos nossos sentimentos invejosos mais persistentes. Eles estão tentando nos dizer alguma coisa e nós devemos ouvir”.

(tradução livre, feita por mim)

 

∴ info ∴
The School of Life website.
Alain de Botton website & fanpage.
Lara Lee website & vimeo.
Hannah Jacobs website & instagram

This entry was posted in web. Bookmark the permalink.

50 Comentários

  1. Váh says:

    Que amor de post!! Eu sempre pensei que existe a inveja boa, aliás a inveja é para ser boa, as pessoas que não sabem como fazer isso. Sentir inveja é você olhar o outro e usá-lo como inspiração para conseguir o que ele também conseguiu, mas com seus próprios esforços. Adorei :)

    http://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

  2. Carolina R. says:

    Muito legal, porque eu nunca tinha visto um lado interessante da inveja. Sem duvida é algo que queremos e talvez nos impulsione, mas reprimimos ao máximo.
    Interessante.
    bjs

  3. Oi, Camila!

    Que mensagem legal, bem verdadeira… Aprender com a inveja que sentimos…

    Abraços, Cris

  4. Ca, adorei esse ponto de vista sobre a inveja. É bem verdade, faz sentido. Ela nos impulsiona a correr atrás do que desejamos e queremos para as nossas vidas. Quando desejamos algo devemos abrir a cabeça e não invejar o outro com pensamento e sentimento ruim. Mas sim pensar: eu também posso correr atrás e conseguir sair do lugar cômodo, que muitas vezes nos encontramos. Ótima reflexão para começar a semana!! Um beijo

  5. A inveja muitas vezes vem sem a gente notar e pode mesmo dizer muito sobre nós e o que sentimos. Amei a animação! :)

  6. Tany says:

    “Muitas vezes esquecemos que as coisas que admiramos não pertencem apenas a uma vida muito específica e atraente.” É isso. É um lembrete diário mas muito difícil.

  7. Camila fiquei mesmo muito feliz com este vídeo e com a mensagem que passa.
    Passamos uma vida inteira a encarar a inveja como um pecado e afinal se a virmos com esse ponto de vista, pode ser uma alavanca inspiracional, sem qualquer maldade mas sim com o objectivo de nos fazer acreditar que também somos capazes de ser ou ter o que quisermos!
    Adorei mesmo!
    Obrigada pela partilha.

    Beijinhos no seu coração <3

  8. quem diria que haveria um lado bom na inveja ein? é bem aquela coisa, já que é um sentimento que nem sempre conseguimos distância, pelo menos que trabalhemos com ele!

  9. Marina says:

    Oi Camila, tudo bom?
    Sempre que eu dizia pra alguém ‘nossa estou morrendo de inveja de você’ as pessoas sempre me olhavam torto, assim eu logo emendava ‘é uma inveja boa’.
    Muitas das vezes vale de empurrão pra gente sair da nossa zona de conforto.

    Beijos de Luz

  10. Giuli Castro says:

    Adorei o texto… Em geral, eu vejo e ate falo tb sobre a inveja branca, que seria uma vontade de desejar algo pra mim tb, mas sem desejar o mal da pessoa que ja tem. Esse texto fala do outro lado, de dar um empurrao para irmos atras. Gostei bastante.
    Beijos

  11. Adorei Cami!!
    Um ótimo texto para começar a semana e repensar as coisas…
    Bjs,

  12. Ca, eu sempre pensei isso. Existem inveja boa e ruim. Pra mim inveja ruim é aquela que você prejudica a pessoa para ter as coisas que outra pessoa tem. Mas se você sente inveja de querer algo que outra pessoa tem ou sabe fazer, e batalha para isso, porque é errado? É uma motivação, ou como o próprio vídeo disse, uma maneira de saber o próximo passo que temos que dar.

    Beijos

  13. Roberta Maia says:

    Lembra que eu te disse, não é inveja, é admiração! Quando estamos atentos para os nossos sentimentos e para a verdade de uma vida com propósito e significado, sabemos diferenciar, então, a inveja passa a não ser algo ruim, mas algo que te move a buscar algo melhor! Beijos!

  14. Bianca says:

    Que linda a animação! Gostei bastante do tema, nunca tinha pensado dessa maneira :)

  15. Camila Sá says:

    Que animação incrível! Amei <3

    Bjoss

  16. Emerson says:

    Gostei muito do vídeo. Bem ilustrativo, e entendi tudo por meio da sua tradução.
    Boa semana!
    Beijos!

  17. Gostei muito do post Ca! Do vídeo e do texto.
    Não acho que a inveja seja um sentimento muito bom, mas somos humanos e dizer que ela não existe também é ruim. O que devemos e transformar esse desejo em algo positivo, em foco e correr atrás dos nossos próprios sonhos e ideais sem prejudicar os outros…. ai é que está a grande diferença!

    Bjos
    Pri

  18. Cris says:

    Eu brinco que existe a inveja boa que seria justamente isso, analisar a inveja e ver o que realmente queremos. Boa animação :)
    Beijos! =**

  19. Chic' Ana says:

    Gostei imenso do texto! A mensagem é mesmo muito bonita! =)
    Beijinhos

  20. É importante prestar atenção no que sentimos, seja bom ou ruim. Ás vezes deixamos nossos sentimentos ocultos florescer despercebidamente e quando damos conta o aniquilamos a qualquer custo sem sequer buscar um sentido praquilo; um aprendizado. Por isso amei a mensagem!

  21. marcella says:

    Cami que bacana o post e a animação. Eu acredito que devemos mesmo nos inspirar nas pessoas e nas coisas que ainda não somos/temos mas não sei se daria o nome de inveja boa. Admiração talvez?! :)

    bj Má

  22. Juliana says:

    Achei muito interessante a reflexão sobre a inveja e realmente válida. Muitas vezes é um sentimento que sofre preconceito da sociedade, mas se a gente olhar com outros olhos tudo pode se tirar proveito, né?

    Beijos!

  23. Iris Barbas says:

    Oi Camila!

    Bom, até agora, para mim sempre existiu a inveja boa e a não tão boa… hehehe

    Abraços, Iris

  24. Jasmim says:

    Um bom video para analisar tipos de inveja querida, um post muito interessante querida !
    Beijinhos Jasmim **

  25. Lulu says:

    Muito bom o texto Camila. Para mim não existe essa história de inveja branca, é inveja e sendo inveja atrapalha a nossa vida.
    big beijos

  26. Thayse says:

    MELDELS
    eu tô tão apaixonada por esse vídeo que sai compartilhando na página do blog e no meu perfil pessoal (com os seus créditos, claro). achei incrível! realmente, é algo que desprezamos, que ensinamos pras crianças que não é um sentimento nobre, que devemos ter vergonha… e olha ele aí sendo proveitoso, interessante, criativo, útil…
    AMEI, parabéns pelo post, Camila


    Beijos
    Brilho de Aluguel

  27. A muito tempo atrás (muito mesmo), quando eu tinha uns 10 anos hahaha, eu havia lido isso numa revista.Era sobre os vários tipos de inveja e no que cada um implicava para nossa vida.

    Eu acho que a inveja em certo ponto é positiva, não no sentido de querer prejudicar e fazer loucuras para tomar aquilo que é do outro, mas nós podemos nos inspirar e perceber no que estamos errando e assim podemos obter resultados satisfatórios também.

  28. Oi Camila…O.O
    Favoritei sua postagem e hoje está sendo um dia de “coincidências” (não acredito nela)…tive um pensamento invejoso hoje e tive muuuuito medo dele.

    E aí, depois de algumas horas chego aqui e leio essa fantástica apresentação do fantasioso e do realista. Dos “usos” que podemos fazer da inveja…menina…eu realmente vou listar algumas coisas e estudá-las.

    Checar se tem algum outro EU emergindo..fantástico o vídeo também, na questão visual e de samples…estou apaixonada como me conduziram pelas linhas animadas!

    Que isso?!!!

    Uma experiência essa sua postagem viu…?! Reflexiva até agora!! Do jeito que gosto!

    :**

  29. Débora says:

    Acho que o pior da inveja é que boa parte das pessoas alimentam esse sentimento de uma maneira ruim e não tentam fazer algo (sem passar por cima de ninguém) para conseguir aquilo que desejam. Gostei muito desse ponto de vista de tentar lidar com esse sentimento de uma maneira boa. Esse modo de pensar/ refletir deve e merece ser mais divulgado. Parabéns pela iniciativa! =)
    Abraço!

    Contadora de Histórias

  30. KARINE says:

    amei demais essa animação, Ca! obrigada por compartilhar e por traduzir pra gente ❤

  31. Taís says:

    Uau, muito legal, Cá! Eu nunca tinha parado pra pensar nesse lado bom da inveja, um ótimo video/texto pra fazer a gente refletir sobre o sentimento e usa-lo a nosso favor.

    Assisti a primeira temporada de Forbrydelsen e fiquei no chao, que roteiro!! E Sofie tá demais mesmo.. vou ver se começo a segunda temporada ainda essa semana :)

  32. Julie says:

    Adorei a mensagem do post, Camila! Sempre imaginei a inveja como algo ruim e que não deveríamos ter na nossa vida, mas pensando por outro ponto, até que nem tudo sobre ela é ruim né?!

  33. Gostei do filme animado…sobre um sentimento que pode fazer muito mal à nossa auto estima!
    Um sentimento que não faz parte das minhas emoções!
    Bj amigo

  34. Amei a mensagem. Me fez refletir sobre o assunto e perceber que a inveja realmente só faz mal para nós mesmos. Obrigada Camila!!
    Beijos ♥

  35. Sim, concordo! A inveja deve ser usada para ir atrás do que você quer, ao invés de ficar se remoendo e sofrendo, sem fazer nada a respeito. Só não vale tentar destruir o coleguinha por estar com inveja dele, mas usar ele de inspiração vale demais. Beijos!

  36. Deborah says:

    Adorei o vídeo. A gente carrega essa culpa católica de sentir inveja, mas na verdade é só a vozinha na nossa cabeça nos mostrando outros caminhos. Lindo!

  37. Le says:

    Amei demais o post! :)
    Confesso que me sinto mal quando sinto inveja de alguém, mas agora vou prestar mais atenção a esse sentimento.
    <3

  38. Amei este vídeo e a mensagem que ele passa. A inveja não precisa ser de todo ruim, temos que usa-la como inspiração para nossas conquistas ❤️‍
    Beijão

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *