Calça Thai: Moda justa e consciente + SORTEIO (encerrado)

*Update: O sorteio está encerrado, obrigada por ter participado. A ganhadora é a Irislayne Bianca Borges, de acordo com o random.org.

Calça Thai - Moda Justa e Consciente | Não Me Mande Flores

Peças feitas à mão por artesãos locais, com tecidos finos selecionados, embaladas e enviadas diretamente da Tailândia para o mundo todo, sem intermediários. A Calça Thai impressiona não só pelas suas práticas de comércio justo e sustentabilidade, mas também pelo capricho com que cada peça é criada, sempre de acordo com a tradição da “Terra do Sorriso” (como a Tailândia é carinhosamente conhecida).

As comunidades do norte da Tailândia têm a tradição de usar calças largas há muito tempo. A marca, então, decidiu reinventar esse tipo de vestimenta e adaptá-la aos tempos atuais, respeitando as raízes históricas. Olha só como são lindas:

 Calça Thai - Moda Justa e Consciente | Calças femininas | Não Me Mande Flores

Todas as peças da Calça Thai são criadas pensando no nosso conforto. Elas são fabricadas usando somente fibras naturais, de algodão ou algodão rayon (feito com fibras de madeira) para ficarem soltinhas e confortáveis.

Uma coisa curiosa é que todos os produtos possuem um tamanho único e vestem do PP ao GG. A marca defende que qualquer modelo de calça traz a liberdade de ser usado por qualquer tipo de corpo ~ mas, se mesmo assim você ficou com dúvidas, eles criaram um guia de produtos, especificando quais modelos são mais indicados para praticantes de yoga, grávidas, baixinhas etc. Bacana demais, né?

Calça Thai - Moda Justa e Consciente | Calças masculinas | Não Me Mande Flores

Os modelos masculinos também são incríveis! 

A Calça Thai quer levar as suas peças (e a sua filosofia!) para o máximo de pessoas e de lugares possível, por isso, promove uma política de FRETE GRÁTIS para qualquer cantinho do Brasil. É só escolher a sua calça favorita ~ a minha é a Pescador 3/4 ~ que o frete fica por conta deles! \o/

Numa época que muito se fala (e pouco se faz) a respeito do comércio justo e consciente, a Calça Thai se mostra mais do que preocupada em estabelecer condições de trabalho dignas aos seus fornecedores, a marca também se posiciona veementemente contra a concorrência desleal e suas consequências. É bonito ver como esse processo contribui para o fortalecimento da economia local e dá voz a pequenos produtores ~ assistam o vídeo acima! ~ possibilitando o surgimento de relações mais humanas, íntimas e diretas. 

SORTEIO

Calça Thai - Moda Justa e Consciente | Calça Clássica Marrom | Não Me Mande Flores

Que tal ganhar uma Calça Thai, à sua escolha, diretamente da Tailândia para a sua casa? A marca vai enviar um dos seus modelos lindos para um leitor (sortudo) do blog, não deixe de participar! Já dá para ir escolhendo o seu modelo preferido na loja e no canal da Calça Thai! :)

Para concorrer a uma Calça Thai você só precisa:

 * Seguir o perfil da marca no instagram e preencher o formulário abaixo.

Chance extra: quem segue o perfil do Não Me Mande Flores no instagram tem direito a mais uma inscrição. Basta preencher o formulário novamente!

 

Um ganhador será escolhido na segunda-feira, dia 27 de março de 2017. Boa sorte!

Lembrando que o sorteio está liberado para o mundo todo! \o/

|

Ada Tina Depore Mask

Ada Tina Depore Mask

A Depore é uma linha da Ada Tina voltada para o tratamento das peles oleosas e acneicas (o nome vem de “deporificante”, ou seja, a redução dos poros oleosos). Apesar de já ter usado muitos produtos da marca, ainda não conhecia a linha e tive a minha primeira experiência com a Depore Mask, máscara de limpeza para o rosto, cuja estrela é o GLICAOX.

GLICAOX é o resultado da união do Ácido Glicólico com o Zinco, um dos minerais com maior poder antioxidante. Isso quer dizer que ele protege a sua pele contra radicais livres e combate resíduos tóxicos, mantendo sua pele sempre limpinha e purificada.

Ada Tina Depore Mask | resultado

O objetivo da Depore Mask é o que marca chama de limpeza secativa, ou seja, eliminar as impurezas acumuladas e absorver a oleosidade excessiva, mantendo a pele limpa e seca por mais tempo. 

O bacana desse produto é que ele é multifuncional e pode ser usado de duas formas:

• Como um sabonete de limpeza profunda: aplicar e retirar o produto logo em seguida, como um sabonete líquido comum (no banho, por exemplo);
• Como uma máscara: aplicar uma camada fina do produto em todo o rosto (previamente limpo), esperar 15 minutos e enxaguar.

Ada Tina Depore Mask | Não Me Mande Flores

MINHA EXPERIÊNCIA

Eu tenho usado a Depore Mask somente na função máscara, uma vez por semana. A textura do produto é semelhante a uma argila branca e, depois de aproximadamente 5 minutos ele seca no rosto, apesar de continuar com uma aparência “molhada”. A fragrância é bem leve e agradável e o produto faz uma espuminha quando retirado com água. 

Logo depois de retirar a máscara, a sensação é de pele seca (mas não ressecada). Eu sinto até necessidade de aplicar um hidratante ou tônico hidratante logo em seguida, então acho que o produto vai agradar especialmente quem gosta dessa sensação de pele bem sequinha. O preço sugerido do produto é de R$189,00 (100 ml).

Vocês já experimentaram os produtos da Ada Tina?

∴ info ∴
Ada Tina website & instagram.

|

Everlane – The 100% Human Collection

The 100% Human Collection by Everlane | Não Me Mande FloresThe 100% Human Collection by Everlane | Não Me Mande FloresThe 100% Human Collection by Everlane | Não Me Mande Flores

The 100% Human Collection da Everlane ~ porque os direitos humanos são para todos. 

∴ info ∴
Everlane website & instagram.

|

Os quatro últimos… filmes

Os Quatro Últimos Filmes | Mini-resenhas dos filmes Um Belo Verão e Frantz

Um Belo Verão (La belle saison, dir. Catherine Corsini, 2015)

Uma história de amor nos anos 70 entre Carole, uma professora de espanhol e militante feminista em Paris, e Delphine, filha de fazendeiros em Limousin, região rural da França. O coquetel de feminismo, liberação e ativismo político funciona muito bem na cidade grande, mas a dinâmica do casal muda radicalmente quando Delphine precisa voltar para o interior, para cuidar da fazenda da família depois que o seu pai tem um derrame. O filme é assustadoramente atual no que diz respeito a não-aceitação e ao preconceito contra a homossexualidade ~ o que me faz pensar que, na verdade, ainda somos uma grande comunidade rural vivendo no passado. #atéquando? Veja o trailer.

Frantz (dir. François Ozon, 2016)

No pós-I Guerra uma jovem alemã conhece um misterioso francês que visita o túmulo do seu noivo, morto em combate. Ele se apresenta como um velho amigo, do tempo que o soldado estudou em Paris, mas, aos poucos, percebemos que essa não é toda a história. Filmado em francês e em alemão, com bela fotografia em preto & branco (usando cor em algumas poucas cenas), o filme é um retrato de uma sociedade sofrendo de um trauma pós-guerra, com um enredo cheio de reviravoltas interessantes e surpreendentes. Inspirado no filme Broken Lullaby, de 1932. Veja o trailer.

Os Quatro Últimos Filmes | Mini-resenhas dos filmes Insubstituível e A Garota Desconhecida

Insubstituível (Médecin de campagne, dir. Thomas Lilti, 2016)

Jean-Pierre é o médico de uma região rural na França, um profissional que todos amam e confiam. Quando descobre que está doente e que possivelmente precisará ser substituído, Jean-Pierre fica na dúvida se a novata doutora Nathalie vai dar conta do recado. Um filme cheio de sutilezas, que fala sobre a necessidade (e aponta a falta) de relacionamentos mais humanos e gentis entre médicos e pacientes. Não me surpreende que o diretor Thomas Lilti também seja médico (ele começou a fazer curta-metragens na mesma época que estudava medicina). O elenco principal ~ François Cluzet e Marianne Denicourt estão ótimos ~ e o excelente elenco de apoio ajudam a deixar o filme ainda mais bonito e realista. Veja o trailer.

A Garota Desconhecida (La fille inconnue, dir. Jean-Pierre Dardenne & Luc Dardenne, 2016)

Uma jovem médica fica obcecada em descobrir a identidade de uma mulher, que morreu após procurar abrigo em seu consultório (e ela ter recusado recebê-la depois do seu horário de trabalho). Como outros filmes da dupla, o filme é hiper-realista e permeado por questões de consciência social e política: imigração, desequilíbrio econômico, solidão e culpa. No final das contas, os personagens precisam enfrentar escolhas morais e decidir se assumem ou não a responsabilidade por seus atos. Destaque para Adèle Haenel, numa performance delicada e contida (já tinha gostado dela no simpático Les combattants, de 2014). Veja o trailer.

Qual o último filme incrível que você assistiu?
Deixe sua dica nos comentários. :)

|

The Land of Nod

The Land of Nod Playhouses | Não Me Mande Flores

Brincar de casinha é nível avançado com essas lindezas da The Land of Nod. Tem posto de gasolina, estábulo e até uma baleia gigante! Também curti o foguete e o planetário, muito lindos!

∴ info ∴
The Land of Nod website & instagram.

|