Os quatro últimos… filmes

Mini-Resenhas dos Filmes: Um Dia de Cão (Dog Day Afternoon) e Punhos de Sangue (The Bleeder)

Um Dia de Cão (Dog Day Afternoon, dir. Sidney Lumet, 1975)

Numa tarde quente de verão um banco no Brooklyn é assaltado pela dupla Sonny e Sal. Antes que os assaltantes consigam sair levando o (pouco) dinheiro disponível na agência, eles são cercados por grande parte da força policial local. Em pouco tempo a situação se transforma num circo midiático e Sonny passa de fora-da-lei a herói popular. Baseado num assalto à banco real no início dos anos 70, o filme conta com interpretações espetaculares de Al Pacino e John Cazale. Impressionantemente a maioria dos diálogos foi improvisada. Dizem que o Pacino, durante as semanas de filmagem, dormia apenas 2 horas por noite, comia com moderação e tomava banhos gelados para enfatizar a aparência desgrenhada e exausta do personagem. Method acting puro. O filme capta o clima dos anos 70 de forma tão autêntica, que nenhuma reconstituição atual seria capaz de alcançar.  Imperdível, assistam! Veja o trailer.

Punhos de Sangue (The Bleeder, dir. Philippe Falardeau, 2016)

Baseado na história real de Chuck Wepner, vendedor de bebidas e campeão dos pesos-pesados de Nova Jersey que inspirou Sylvester Stallone a escrever e interpretar Rocky (ganhador de 3 Oscars, incluindo o de Melhor Filme). O filme mostra os pontos altos da vida do lutador ~ fama, dinheiro, mulheres e a chance de lutar contra Muhamad Ali ~ e os pontos baixos, culminando na sua prisão por posse de cocaína. Mais do que um filme sobre boxe, trata-se da história de um homem lutando para permanecer no topo, incapaz de separar sua persona pública da sua vida real. Competentemente dirigido pelo Philippe Falardeau, mas não tão bom quando dois dos seus filmes anteriores, os simpáticos (e recomendados) Monsieur Lazhar, de 2011 e Congorama, de 2006. Veja o trailer.

Mini-Resenhas dos Filmes: Um Homem de Família (The headhunter's calling) e O Cidadão Ilustre (El Ciudadano Ilustre)

Um Homem de Família (The Headhunter’s Calling, dir. Mark Williams, 2016)

Dane Jensen é um headhunter com métodos profissionais pouco ortodoxos (e éticamente questionáveis), às vias de assumir a chefia da empresa onde trabalha, quando descobre que o filho está com uma doença grave. Obrigado a passar mais tempo com a família, Dane precisa decidir o que é mais importante: o emprego dos sonhos ou a estabilidade familiar. O típico caso do cara babaca, que vive para o trabalho, mas que, no fundo, é uma “boa pessoa”. Já vimos esse mesmo filme umas mil vezes, com pequenas variações. O papel mais interessante é interpretado pelo Alfred Molina, um engenheiro desempregado que não consegue voltar ao mercado de trabalho por estar perto demais da aposentadoria. Mas, se esse assunto te interessa, recomendo MIL VEZES MAIS assistir os ótimos O Valor de um Homem, do Stéphane Brizé (chorei litros) e Eu, Daniel Blake, do Ken Loach. Veja o trailer.

O Cidadão Ilustre (El ciudadano ilustre, dir. Gastón Duprat & Mariano Cohn, 2016)

Desde que ganhou o Prêmio Nobel de Literatura Daniel Mantovani recusa sistematicamente novos prêmios e eventos ao redor do mundo ~ até receber um convite para voltar ao pequeno vilarejo na Argentina onde nasceu, a cidade-inspiração de todos os seus livros. Mas receber a medalha de Cidadão Ilustre de Salas pode não ser uma boa ideia, especialmente depois de ter retratado de maneira bastante crítica a vida provinciana da cidade, usando seus elementos e personagens como a fonte principal de suas histórias. O filme é uma comédia de humor negro, com uma aura de surreal  e críticas certeiras (e cheias de humor) ao universo das artes e à noção de identidade. Gostei muito. Veja o trailer.

Me conta aí nos comentários qual foi o último filme bacana que você assistiu! :)

|

Apartamento-Inspiração em Göteborg, Suécia

Apartamento-Inspiração em Göteborg, Suécia | Sala de Estar

Vamos conversar sobre esse apartamento-lindeza em Göteborg, Suécia? O apartamento não tem nada de luxuoso ou impossível de reproduzir (tirando o janelão/varanda na cozinha, que é praticamente uma lenda aqui no Brasil). Inspiração possível de colocar em prática, do jeito que a gente gosta!

DESTAQUES DA SALA

• Jamais escolheria esse verde-cinzento para as paredes, mas devo admitir que ficou bem bacana ~ e combinou com os tons de madeira clara do piso e dos móveis.
• A luminária branca de parede, que é EXATAMENTE o modelo que estou procurando no momento (sério, se alguém tiver uma referência aqui no Brasil, me avisa).
• O combo madeira + luz natural + plantinhas.
• Composição de quadros na parede principal ~ notaram o espelhinho camuflado ali no meio?

Apartamento-Inspiração em Göteborg, Suécia | Quarto

Tenho nervoso de quarto muito entulhado e esse me pareceu ter o nível de baguncinha ideal. Fora que esse tamanho é bem similar ao tamanho dos quartos de casal por aqui, então dá para ter uma ideia real do que funciona e do que não funciona. 

DESTAQUES DO QUARTO

• Luminárias dos dois lados da cama, para leitura noturna.
• A penteadeira, além de linda, tem dois gavetões (ideais para guardar roupa de cama e/ou roupas extra).
• Arte sem moldura na parede. Dá para variar bastante e mudar o clima da decoração sem gastar muito.

Apartamento-Inspiração em Göteborg, Suécia | Cozinha

Minha parte preferida da casa (de todas as casas, no caso): a cozinha. Para mim, tem que ser clara, funcional e linda. Mais ou menos como a cozinha desse nosso apart-inspiração.

DESTAQUES DA COZINHA

• Mini-paredinha com tijolo aparente. Ficou fofo sem sobrecarregar no “estilo”.
• Bancadas de madeira, mas um cantinho de inox para os molhados.
• Ervas frescas.
• Cinco tábuas de madeira à vista. Claramente a dona dessa casa é uma irmã minha perdida na Suécia.
• O sonho que é essa varandinha saindo da cozinha (escorre uma lágrima). 

E  para você, qual foi o destaque dessa decoração?

∴ info ∴
Imagens via Alvhem Mäkleri & Interiör.

|

Sally Nixon Illustration

Sally Nixon Illustration | Ilustração

Minha obsessão do momento: os temas, padrões, detalhes (e as meninas!) da Sally Nixon. Demais! \o/

∴ info ∴
Sally Nixon website & instagram.

|

Urban Outfitters | Vacay Vibes

Urban Outfitters | Vacay Vibes - Tavik Jett Triangle Bikini Top Urban Outfitters | Vacay Vibes - Out From Under Kelly Striped Snap-Up One-Piece Swimsuit + BDG Uma Fishnet T-Shirt Dress Urban Outfitters | Vacay Vibes - Straw Bucket HatUrban Outfitters | Vacay Vibes - Ecote Saraphina Cutout Button-Front Jumpsuit + Silence Noise Fiesta Bodycon Mini Dress Urban Outfitters | Vacay Vibes - BDG Jena Tie-Front Blouse + Pomme Chan X UO Nika Head Scarf Urban Outfitters | Vacay Vibes - Silence Noise Shimmer Tunic Two-Piece Set + Silence Noise Slinky Mini Skirt Two Piece Set

O dia amanheceu terrivelmente chuvoso aqui no Rio. Assim que o frio começa a dar as caras por aqui eu começo a sonhar com sol e calor. #voltaverão Algum sortudo planejando uma viagem de férias por aí? Inspire-se com o clima descontraído desse ensaio e com os looks lindinhos e descomplicados da Urban Outfitters☀️

∴ info ∴
Urban Outfitters website & instagram.

|

Corte Bordado | Walter’s Coiffeur

Bloom by Xuan loc Xuan

Vocês já ouviram falar de Corte Bordado? Ele nada mais é do que uma técnica que elimina TODAS as pontas duplas do cabelo, sem diminuir o comprimento dos fios. Um verdadeiro milagre para quem não gosta muito de cortar o cabelo OU para quem está querendo deixar o cabelo crescer, eliminando apenas as pontas danificadas.

O corte levou esse nome porque exigia MUITA paciência e habilidade dos profissionais, já que antigamente era feito com uma tesoura especial, com navalha ou até com uma vela (medo!), para eliminar, mecha a mecha, as pontas duplas. Hoje, graças à tecnologia, já temos um aparelhinho que faz esse trabalho de maneira mais rápida e eficiente: o Split Ender. Parece que as lâminas do aparelho também se movimentam de maneira semelhante a um bordado, então o nome continua procedendo. ;)

Eu fiz o Corte Bordado no Walter’s Coiffeur do Shopping Rio Sul, aqui no Rio, com o hair stylist Diego Chand (ele usou esse aparelhinho da foto, da marca Fasïz). O procedimento é o seguinte:

• Em primeiro lugar, o cabelo deve ser lavado e seco. É indicado que se faça uma escova bem lisa, para facilitar a visualização das pontas duplas e para que a máquina deslize de maneira mais uniforme pelo cabelo.

• Em seguida, o cabelo deve ser dividido em mechas finas. Cada mecha do cabelo é colocada entre os dentes da máquina, que vai deslizando pelo comprimento do fio. As pontas eliminadas ficam “guardadas” num compartimento da máquina. 

O aparelho simula o movimento dos dedos do profissional, por isso não existe o risco de “arrancar” os fios com frizz, por exemplo, afinando o cabelo. O corte bordado não altera o comprimento nem o corte do cabelo, pois a máquina apenas retira as pontas duplas que estão sobre o fio, ou seja, as pontinhas indesejáveis. \o/ 

Corte Bordado | Walter's Coiffeur

Eu não sabia o que esperar do corte e fiquei super impressionada! A máquina realmente elimina as pontinhas duplas e sem vida, e a sensação é de cabelo mais leve ~ mesmo sem ter cortado o comprimento! O valor do corte no Walter’s Coiffeur é R$149,00 (valor em março de 2017).

Idealmente, a boa é aproveitar o momento de cuidados no salão e fazer um tratamento bacana ANTES do corte bordade. Eu fiz a Cauterização a Frio da Redken antes e o resultado desse combo foi maravilhoso: reparação + fios mais leves. Perfeito!

Vocês já conheciam o Corte Bordado?
Ficaram com vontade de experimentar?

∴ info ∴
Walter’s Coiffeur website & instagram.
Walter’s Coiffeur Rio Sul – Rua Lauro Muller, 116 – loja 101 –  Botafogo – Rj | Tel: (21) 2275-4070
Imagem de abertura do post – Bloom, por Xuan loc Xuan

|