Freebie NMMF: Lista de Natal

FREEBIE NMMF: Lista de Natal

O Natal é uma época do ano que potencializa os sentimentos nobres. Ficamos mais solidários e generosos, independente das crenças e das religiões. Gostoso demais. Uma das (muitas) maneiras de demostrar o nosso carinho pelas pessoas que fazem as nossas vidas melhores é presenteando-as. E não precisa MESMO ser uma peça cara. Às vezes uma lembrancinha simples, feita em casa com todo carinho, pode ser mais especial que o presente mais caro do mundo. 

FREEBIE NMMF: Lista de Natal

Esse ano eu fiz uma Lista de Natal para organizar os presentes e lembrancinhas: para não esquecer de ninguém e, especialmente, para não deixar tudo para a última hora (quase uma tradição nos lares brasileiros). Eu sei que já está um pouco em cima, mas vou disponibilizar o arquivo para quem, assim como eu, ainda está nessa fase de definir os presentes, comprá-los e ~ o mais importante! ~ fazer aquele embrulho natalino BEM lindo! 

Baixe aqui a Lista de Presentes de Natal.

Use a hashtag #freebieNMMF quando publicar uma foto da sua Lista de Natal nas redes sociais. :)

|

Deixe o sol entrar | Laura Brown

Let The Sunshine In | Laura Brown

Estou tirando uma semaninha de férias (YAY!) e deixo vocês com essa mensagem e esse trabalho lindo da Laura Brown. Até a volta! ☀️

Aproveitem a pausa para baixar os seus Planners NMMF 2018. \o/

∴ info ∴
Laura Brown website & instagram.

|

Planner 2018 – Mensal, Semanal, Diário e mais

Planner 2018 Mensal | Não Me Mande Flores - FREEBIE!

Foi dada a largada para o Planner Não Me Mande Flores 2018! \o/ #plannerNMMF

A cada ano que passa mais blogs disponibilizam os seus próprios planners, um sinal de que tá todo mundo MESMO querendo se organizar (sem gastar muito, de preferência). Mesmo com tantas opções pipocando por aí, eu tenho a sorte de ter leitores que curtem a vibe mais minimalista dos planners do blog e que fazem questão de baixá-los aqui. Vocês não têm ideia das mensagens de carinho que eu recebo ao longo do ano, é bonito demais saber que esses arquivos são úteis e que fazem diferença na vida das pessoas. :)

O #plannerNMMF foi feito com muito amor para vocês, aproveitem!

\o/

Planner 2018 Mensal | Não Me Mande Flores - FREEBIE!

Camila, os planners estão ficando cada vez mais simples com o passar dos anos? ;)

É verdade pessoal. Já existem muitas opções cheias de estampas, cores, tipografia ousada… por isso eu acabo privilegiando um design mais enxuto e funcional para o meu planner. Acho que assim dá para cada um personalizar do seu jeitinho, dar o seu toque pessoal com canetas coloridas, adesivos etc. 

Uma novidade no Planner Mensal desse ano é que a primeira coluna foi dedicada para a marcação das semanas ao longo do ano. Você pode aproveitar esse espaço para escrever uma meta ou um desejo que gostaria de alcançar nessa semana ~ ou marcar um compromisso que diz respeito a semana toda, não só a um dia específico. 

Baixe aqui TODOS os planners mensais de 2018.

ou

Escolha o mês que você deseja baixar: 

capa |
janeiro |
fevereiro |
março |
abril |
maio |
junho |
julho |
agosto |
setembro |
outubro |
novembro |
dezembro |

Planner 2018 Diário, Semanal e Anual | Não Me Mande Flores - FREEBIE!

O Planner Diário é um arquivo único, que você pode imprimir na quantidade que quiser ao longo do ano. Você escreve a data em cima da linha rosa e envolve o dia da semana correspondente (segunda, terça etc.). Nesse planner existe uma timeline, que vai das 5h até às 24h, onde você pode anotar os compromissos em suas respectivas horas. Existe também um espaço em branco para anotar lembretes importantes. Esse planner é para quem faz MUITAS coisas num mesmo dia e precisa de mais espaço para anotar tudo. 

Planner Semanal também é um arquivo único. Você pode usá-lo em qualquer semana do ano, preenchendo a bolinha correspondente ao mês. Janeiro é a bolinha 1, fevereiro é a bolinha 2 e assim por diante… Cada dia tem um espaço livre e algumas linhas pautadas, com espaço para dar um check em cada compromisso ou meta realizada.

Planner Anual é um planejamento mais amplo, ideal para você ter uma noção geral dos compromissos mais importantes ao longo de 2018. Você pode usá-lo para anotar as viagens já planejadas ou os aniversários que você não pode esquecer, por exemplo. As possibilidades são infinitas ~ e isso é muito bacana: cada um usa da maneira que preferir! 

Baixe aqui o planner diário de 2018.

Baixe aqui o planner semanal de 2018.

Baixe aqui o planner anual de 2018.

Prefere os modelos de Planner Diário, Semanal e Anual do ano passado?
Então dê um pulinho no post do Planner 2017 e imprima os arquivos correspondentes.

Planner 2018 Bucket List | Não Me Mande Flores - FREEBIE!

Bucket List é uma lista de resoluções, planos e/ou ideias que você não quer deixar de cumprir em 2018. São 50 espaços, ou seja, 50 novas possibilidades para o ano que vem. Se você tiver muitos planos, é só imprimir mais uma folha e dobrar as resoluções para 100 (ou imprimir o arquivo do ano passado, que vinha com 160 espaços)!

 Baixe aqui o planner bucket list de 2018.

Blog Planner 2018 | Não Me Mande Flores - FREEBIE!

Esse ano eu decidi fazer um Blog Planner mais completo (lembram do planner Mini-Resenha do ano passado?). Muita gente me pediu uma maneira mais fácil e organizada de preparar, agendar e registrar os posts ~ e eu criei esse arquivo baseada na minha experiência pessoal com o blog.

Além das informações mais básicas (título, ideias, categorias), você tem a possibilidade de registrar se o produto/serviço mencionado no post foi enviado por alguma empresa, assim como se o post é patrocinado. Também dá para ir anotando as formas de divulgação na medida que formos publicando, assim, a gente não esquece de nenhuma rede social.

Baixe aqui o blog planner de 2018.

Planner Livre 2018 | Não Me Mande Flores - FREEBIE!

Para 2018 eu também decidi disponibilizar um Planner Livre, para ser usado como vocês preferirem. Ele é dividido em áreas fechadas do lado esquerdo e possui um check-list pautado do lado direito. É praticamente impossível atender todos os pedidos de vocês em relação aos planners, já que cada um faz um uso bem particular dos arquivos (eu bem que tento, viu gente?), por isso esse planner é algo mais democrático e pode ser adaptado para várias utilizações. Me contem depois como vocês estão usando! :)

Baixe aqui o planner livre de 2018.

A MELHOR FORMA DE IMPRIMIR O SEU PLANNER NMMF 2018

planner do blog foi pensado para ser impresso em folhas A4 e você pode imprimir em casa ou numa gráfica. Se você preferir um acabamento mais profissional (e uma folha mais durinha) recomendo imprimir em papel couchê fosco 120 g ~ verifique as opções na gráfica e faça uma impressão-teste para conferir se a qualidade e a gramatura do papel te agradam.

Muitas pessoas preferem utilizar o planner no formato A5 (o equivalente a metade de uma folha A4 comum). Particularmente, eu acho que a visualização das informações fica muito limitada e sobra pouco espaço para escrever. Se, mesmo assim, esse formato te agrada, você pode configurar a sua impressão A4 para 2 páginas por folha.

Planner 2018 Mensal - Diário - Semanal - Anual - Bucket List - Blog Planner - Planner Livre | Não Me Mande Flores - FREEBIE!

Lembrando que todos os arquivos disponibilizados são para uso pessoal e não podem ser comercializados de nenhuma forma. É freebie MESMO gente. Quem quiser espalhar o amor, pode compartilhar o link do planner à vontade, lembrando sempre de dar o devido crédito e redirecionar o leitor para esse post. :)

Use a hashtag #plannerNMMF quando publicar fotos do seu planejamento no instagram.
Vou adorar saber como vocês estão usando os planners no dia-a-dia! \o/

|

As meninas da Gemma Flack

Gemma Flack ART Gemma Flack ART Gemma Flack ART

x

Gemma Flack ART

x

Gemma Flack ARTGemma Flack ART

Gemma Flack, essa maravilhosa. Seu trabalho explora temas de identidade, vulnerabilidade, feminismo e autodescoberta, entre outros. Demais!

∴ info ∴
Gemma Flack website, instagram & etsy shop.

|

Os quatro últimos… livros

Mini-resenhas dos livros: Uma Temporada no Escuro e A Descoberta da Escrita | Não Me Mande Flores

1. Minha Luta 4 – Uma Temporada no Escuro, por Karl Ove Knausgård
tradução de Guilherme da Silva Braga
496 páginas • título original: Min Kamp 4 • Companhia das Letras

Quarto volume da série autobiográfica do escritor mais pop e mais polêmico dos últimos tempos (mais sobre Karl Ove e sobre os três primeiros livros da série nesse post). Dessa vez acompanhamos o escritor aos 18 anos, após terminar o equivalente ao ensino médio na Noruega, aventurando-se como professor de uma escola intermediária em Håfjord, uma vila de pescadores no norte do país. Entediado e inquieto, Karl Ove usa o tempo livre para tentar se tornar um escritor ~ e para tentar perder a virgindade. Paralelamente, o autor relembra sua rotina aos 16 anos, período-chave da separação de seus pais, quando ele começa (assim como o pai) a usar e abusar do álcool como motor social. Karl Ove tem a habilidade de transformar eventos comuns numa narrativa extraordinária. Como nos outros livros, ele explora o (excessivamente) íntimo e o mundano de maneira brilhante.

∵ Amazon | AmericanasFnac | Livraria Cultura | Livraria da Folha | Travessa ∵

2. Minha Luta 5 – A Descoberta da Escrita, por Karl Ove Knausgård
tradução de Guilherme da Silva Braga
632 páginas • título original: Min Kamp. Femte Bok • Companhia das Letras

O quinto volume da série é dedicado ao período que Karl Ove passou como estudante de escrita criativa na cidade universitária de Bergen e focado nas dificuldades e frustrações que envolviam as suas tentativas de se tornar escritor. Inacreditavelmente (ainda mais conhecendo hoje o conjunto da sua obra, tão rica e extensa) ele simplesmente não conseguia escrever. Para ele, acompanhar de perto o sucesso de seus colegas é mais do que apenas difícil, é uma verdadeira humilhação. Em paralelo somam-se as suas (já conhecidas) crises de insegurança e inadequações sociais. E, claro, não podemos esquecer, suas desilusões e insucessos românticos. Nessa edição conhecemos mais a fundo a sua história com Tonje, sua primeira esposa, uma peça importante que ainda faltava nesse ambicioso quebra-cabeça literário, parte-rememorado, parte-ficcionalizado. Uma leitura viciante. Mal posso esperar pelo sexto, e último, volume. 

∵ Amazon | AmericanasFnac | Livraria Cultura | Livraria da Folha | Travessa ∵

Mini-resenhas dos livros: Hotel Florida e Como Ser as Duas Coisas | Não Me Mande Flores

3. Hotel Florida, por Amanda Vaill – tradução de Ivo Korytowski
512 páginas • Objetiva

O subtítulo já diz tudo: verdade, amor e morte na Guerra Civil Espanhola. O livro é uma reconstrução do conflito através dos olhares de 3 casais: os escritores Ernest Hemingway e Martha Gellhorn, os fotógrafos Robert Capa e Gerda Taro e os secretários de imprensa Arturo Barea e Ilsa Kulcsar. Usando cartas, diários, documentos oficiais, filmes e notícias da época, a autora retraça a vida dessas personalidades e conta a história da guerra a partir das suas experiências pessoais durante o conflito. O livro tem MUITA informação detalhada sobre o período, o que é ótimo caso você goste de se aventurar nesse tipo de leitura histórica mais densa. O Hotel Florida em Madri, que dá título ao livro, é um local por onde os seis protagonistas passam, uma espécie de ponto de encontro de intelectuais e jornalistas na época. Curiosidade: hoje o prédio é ocupado por uma filial do El Corte Inglés, a maior rede varejista da Espanha.

∵ Amazon | AmericanasFnac | Livraria Cultura | Livraria da Folha | Travessa ∵

4. Como Ser as Duas Coisas, por Ali Smith – tradução de Flávia Castanheira
320 páginas • título original: How to be both • Companhia das Letras

De um lado: George, uma adolescente de 16 anos que viaja com a mãe para Ferrara, na Itália, para ver os afrescos do pintor renascentista Francesco del Cossa. Do outro: o próprio Francesco, imaginado pela autora como uma menina, que assume a identidade masculina para desenvolver melhor o seu talento no século XV. Uma história espelhada, de duplos, em que gênero, realidade e ficção se dissovem e se misturam. Difícil explicar o jogo genial que Ali Smith criou, histórias originais permeadas pelo universo da arte e do luto, que se conectam e se completam. O livro pode ser lido de duas formas: metade da tiragem começa com a narrativa OLHOS e a outra metade começa com a narrativa CÂMERA. Os livros foram encadernados intencionalmente das duas formas, para que os leitores tenham aleatoriamente experiências diferentes, lendo o mesmo livro. Gostei muito e pretendo ler outros livros da autora escocesa.

∵ Amazon | AmericanasFnac | Livraria Cultura | Livraria da Folha | Travessa ∵

O que vocês têm lido de bom ultimamente?
Confira outros títulos na Bibliolove – a biblioteca virtual do blog!

|